Você sabe reconhecer uma notícia falsa?

Você sabe reconhecer uma notícia falsa?

20 de fevereiro de 2020 Off Por Chaiane Danuzo

Atualmente, cerca de 70% da população da América Latina tem acesso à internet permitindo que estejamos cientes de tudo que acontece ao nosso redor, sendo que 76% dos internautas brasileiros utilizam sites, blogs e portais como fonte de leitura. Porém, ela é cada vez mais utilizada para cibercrimes através de anúncios ou notícias falsas.

Embora as pessoas saibam da existência das notícias falsas, ou Fake News, identificá-las é uma tarefa complicada. O estudo Iceberg Digital, feito pela Kaspersky, trouxe à tona uma informação alarmante. 62% dos brasileiros não sabem reconhecer uma notícia falsa.

Nesse mesmo estudo feito com internautas da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru, 16% dos entrevistados afirmaram desconhecer totalmente o termo Fake News e o público que mais compartilha ou comenta essas notícias em seus perfis está entre 25 e 34 anos.

O pesquisador sênior de segurança da Kaspersky no Brasil, Fabio Assolini, afirma que além de prejudicarem pessoas ou entidades, podem destruir reputações e gerar caos entre os leitores e são usadas por cibercriminosos para atrair usuários desatentos para links maliciosos que vão desde o intuito de magoar ou desestabilizar até roubar dados pessoais ou dinheiro.

O estudo trouxe a conclusão de que as pessoas não protegem de maneira correta seus dispositivos e muitas organizações, que embora desejam ser protegidas, não instruem seus colaboradores na prevenção dos cibercrimes tampouco têm medidas de segurança eficientes contra roubo de informações corporativas.

Algumas dicas que podem ajudar você a se proteger:

  1. Sempre verificar as fontes de notícias e a data de publicação não clicando em links de fontes ou reputação desconhecidas;
  2. Identifique se trata de um artigo de opinião ou se é uma reportagem que apresenta todos os lados e links para acesso;
  3. Procure essa notícia em outras fontes para ver sua autenticidade;
  4. Nunca revele informações pessoais, financeiras ou confidenciais;
  5. Mantenha seu computador sempre atualizado com a última versão de software. Isso ajuda na proteção de vírus que podem invadir através de links maliciosos;
  6. Se identificar nas redes sociais notícias que acha ou sabe que são falsas, fale com a pessoa que a publicou pedindo para que remova ou corrija essa notícia.

Compartilhar notícias falsas que difamam alguém pode ter como consequência um processo judicial mesmo que você não seja o autor.

Referências:

1 – https://computerworld.com.br/2020/02/14/62-dos-brasileiros-nao-sabem-reconhecer-uma-noticia-falsa-afirma-kaspersky/

2 – https://www.kaspersky.com.br/blog/digital-iceberg/13996/

3 – https://blog.opinionbox.com/pesquisa-sobre-fake-news/

4 – https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/tecnologia/2018/03/09/interna_tecnologia,664876/pesquisa-fake-news-sao-disseminadas-por-pessoas-nao-por-robos.shtml

5 – https://www.itforum365.com.br/7-dicas-para-se-proteger-das-fake-news/